.

.

Apresentação:

Este blog é dedicado aos atuais e futuros idosos para que tenham uma vida mais feliz e menos complicada.
Minha mãe, Leda Rosin, escreveu textos e poemas com o objetivo de lançar um livro para ajudar o Asilo Padre Cacique de Porto Alegre, RS, mas não conseguiu patrocínio.
Criei este blog como homenagem para que seu trabalho não fique esquecido numa gaveta e para que ela se sinta feliz.
Este é um blog para todas as idades!



Esta turma respeita os idosos!

segunda-feira, 28 de abril de 2014

FRATURA ORTOPÉDICA




A fratura ortopédica, em especial as que ocorrem no fêmur próximal (quadril), é um dos problemas mais comuns ocorridos entre idosos e representam um sério problema de saúde pública. Estatísticas do Ministério da Saúde mostram que pelo menos 30% dos idosos caem uma vez ao ano. De 5 a 10% dessas quedas resultam em fraturas graves e com grandes chances de reincidência.

A falta de equilíbrio, a dificuldade de andar e problemas de visão são alguns fatores comuns que contribuem para quedas, principal causa de lesões ósseas em pessoas idosas. Embora também possam ocorrer fraturas espontâneas devido à rarefação óssea, consequência, na grande maioria dos casos, da osteoporose, doença degenerativa dos ossos.

Em praticamente todos os casos de fraturas no quadril o tratamento indicado é a cirurgia, que pode ser feita através de diferentes métodos, entre eles a fixação com placas, hastes ou artroplastia (prótese de quadril) parcial ou total. A escolha do melhor tratamento deve ser decidida a partir de avaliação médica especializada.

Prevenção

Alguns cuidados devem ser tomados no ambiente domiciliar em que vive o idoso como prevenção de acidentes e, consequentemente, fraturas ósseas. Veja algumas dicas de como reduzir os risos de quedas e acidentes:

- Uso de chinelos antiderrapantes;
- Iluminação sinalizadora noturna em rampas e escadas;
- Retirada de tapetes;
- Apoio para as mãos nos boxes e vasos sanitários;
- Acompanhamento oftalmológico adequado;
- Atenção redobrada ao atravessar a rua e com os buracos na calçada;
- Prática de atividade física leve, como caminhada, para fortalecimento dos músculos.

O combate à osteoporose também podem ajudar no fortalecimento dos ossos e na prevenção de lesões graves em pessoas com idade avançada.


Fonte: Sociedade Brasileira de Quadril do Rio de Janeiro (via Portal Terceira Idade)


6 comentários:

Tunin disse...

Excelentes esclarecimentos, Sônia!

Anne Lieri disse...

Um tombo em idosos é mesmo coisa muito mais séria! Ótimos alertas! bjs,

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Muito boa postagem, instrutivo, excelente, bjos

Prof. Jarmuth disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Prof. Jarmuth disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Prof. Jarmuth disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Poderá também gostar de:

Bornes relacionados com Miniaturas

Clique na imagem e...